top of page
_MG_3302.jpg

sobre

A ramos mora numa casa pequenina em Lisboa onde um dia entrei e decidi fazer nascer o meu atelier de cerâmica.

Para mim, era muito importante criar algo que fosse especial. Adoro o sentimento associado a ter um objeto bonito e que sei que não está presente em todos os espaços onde vou.

Todas as peças são produzidas através de processos manuais, sem a ajuda de moldes.

As minhas coleções nascem da vontade de mexer o barro e de o casar com materiais e técnicas com as quais gosto de brincar há anos: o vime, a ráfia, a corda, a lã; a tapeçaria, a cestaria, a cestaria têxtil, a costura.

As peças que crio vêm ao mundo despidas de cores mas vestidas de texturas e outros materiais naturais bonitos.

Gosto de as observar toscas, imperfeitas, com a personalidade e as marcas dos dedos de quando as moldei. Por esta razão, nunca vão existir duas criações iguais.

A ramos

é aquilo que preenche

todos os meus dias,

tempo e casa.

_MG_3307.jpg
JSP_6035_edited.jpg

Inspiro-me nos elementos naturais, nas irregularidades das pedras, nas cores das flores secas, na luz, nos recantos, nas plantas.

Patrícia

 

(ph: Marisa Bernardes @m.berhardt e Joana Pereira)

facebook.png
instagram.png
Untitled-removebg-preview.png
vector.png
bottom of page